quinta-feira, 14 de abril de 2011

Expedição Plastiki: barco de garrafas pet

A idéia foi do ambientalista inglês David de Rothschild, que há quatro anos leu um relatório do Pnud – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, sobre os estragos que o plástico estava causando nos ecossistemas marinhos, e resolveu criar o projeto Plastiki. Trata-se de um veleiro catamarã, de 20 metros de comprimento, que foi construído basicamente com 12.500 garrafas PET - o equivalente ao que é consumido em somente 8,3 segundos nos Estados Unidos. Para flutuar e suportar o peso de 12 toneladas, tiraram quase todo o ar das garrafas e colocaram uma pedra de gelo seco que quando derretido liberava CO2.

Além disso, os mastros do barco foram feitos com canos de alumínio reciclado e as velas com fibra de PET. O Plastiki ainda conta com turbinas eólicas, painéis solares e duas bicicletas ergométricas adaptadas para gerar energia elétrica que alimenta a aparelhagem eletrônica do barco. Possui um motor a biodiesel para emergências, uma horta vertical presa ao 2º mastro, que usa urina reciclada para se manter e canaletas especiais acumulam a água da chuva em um tanque de água doce. Pode-se dizer que é um dos barcos mais ecológicos que existem.
A embarcação partiu de São Francisco, nos EUA, com sete tripulantes a bordo no dia 20 de março de 2010, chegando a Sidney, na Austrália, depois de percorrer mais de 20 mil km, conscientizando à população, em 26 de julho de 2010. A ideia de David foi cruzar o Oceano Pacífico no barco de PETs, causando o menor impacto possível ao meio ambiente, para chamar a atenção das pessoas para o problema do lixo – sobretudo plástico – no planeta. Para isso, uma das paradas estratégicas do Plastiki durante sua viagem foi a Ilha de Plástico do Pacífico.
Quem quiser viver de perto a experiência dos tripulantes do Plastiki, nessa viagem fantástica, vai ao ar no dia 22 de abril de 2011 às 20:40 uma matéria completa sobre a construção do barco e sobre a navegação. É no National Geographic Channel.
Ainda, é possível acompanhar os desdobramentos da viagem, bem como outras informações interessantes sobre o barco, tecnologias limpas, construção sustentável, educação e conscientização ambiental, acessando o site oficial da expedição: ThePlastiki Expedition

Um comentário: