domingo, 28 de fevereiro de 2010

Cadeira para bebê 100% reciclada

Conheça a cadeira para bebê feita 100% de papelão reciclado.
Ela ainda é dobrável para facilitar o transporte e o armazenamento. Ideal para uso temporário ou comercial, a Feedaway - como é chamada a cadeirinha - pode ser usada por crianças de até 20kg.

Fonte: http://hypedesire.blogtv.uol.com.br/2010/02/08/cadeira-de-bebe-e-feita-com-papelao-reciclado

Green Drinks!



Venha participar do 7º Green Drinks de Belo Horizonte!

O movimento GREENDRINKS.org é um Happy Hour que acontece mensalmente em várias partes do mundo desde 1989. Atualmente envolve 642 cidades e 60 países!


Neste mês, temos a honra de convidá-lo para dois lançamentos:


Pós Graduação em Construções Sustentáveis:
www.unibh.br/posgraduacao

Participe e Divulgue!

Anote na sua agenda:

Quando: Terça- Feira, 02 de março de 2010.
Horário: 19 horas
Onde: Restaurante Rima dos Sabores (Rua Esmeraldas, 522, Prado)
Quem: Todos aqueles que acreditam e que se interessam pela temática que envolve a sustentabilidade (Empresas, Universidades, ONGS, Empreendedores Sociais, Associações, etc.)

Regras do jogo: Convidar amigos que tenham interesse pelo assunto!

Mais informações: Entre em contato com o Núcleo de Sustentabilidade pelo telefone: 31 3290-8910


http://www.greendrinks.org/ e http://www.greendrinksbh.ning.com/

Hora do Planeta 2010


A Hora do Planeta é uma campanha mundial da rede WWF. Eles querem mobilizar 1 bilhão de pessoas em todo o planeta para mostrar aos líderes dos governos e a toda a sociedade que é hora de combater as causas do aquecimento global. A Hora do Planeta é o maior movimento da História em defesa do meio ambiente. Você não pode ficar de fora!

No sábado, 27 de março, entre 20h30 e 21h30 (hora de Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta. Das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais nossa preocupação com o aquecimento global.

A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.

Vamos juntos?

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Notícia: Helicóptero verde no Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro conta a partir de hoje com um helicóptero para ajudar a combarter crimes ambientais. A secretária do Ambiente, Marilene Ramos, e o presidente do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), Luiz Firmino Martins Pereira, apresentam hoje o helicóptero adquirido pelo Inea. O evento conta a presença do Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc.

O helicóptero será utilizado pela fiscalização do Inea para detectar crimes ambientais, como desmatamentos e construções irregulares em áreas protegidas. A aeronave também é equipada com um sistema chamado de bambi buckets, um bolsão de lona para captação de água. O dispositivo, que armazena 900 litros de água, é útil no combate a incêndios florestais em locais de difícil acesso.

NOVA CAMISA SELAÇÃO BRASILEIRA - RECICLADA!!!!


Hoje de manhã estava assistindo o jornal "Bom dia Brasil" e achei o máximo a nova camisa da seleção: ela é feitade material reciclado!

A frase mais legal da manchete foi: "A cor da camisa é amarela e a da bandeira é verde.".

Muito interessante!!!

A camisa foi apresentada emLondres ontem, pela CBF.Ela é feita com plástico reciclado de garrafas PET. Cada camisa utiliza material equivalente a oito garrafas descartadas.

Nela não existem costuras, todas as jun~ções são coladas.(nas costuras da nova camisa da seleção, a fabricante usou cola no lugar da linha que normalmente é utilizada).

Técnica semelhante vem sendo usada nos macacões dos pilotos de Fórmula 1 para redução do peso total do conjunto formado por carro e piloto que é controlado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

O novo material e a nova técnica de costura proporcionarão uma redução de 15% no peso total da camisa da seleção brasileira em relação à versão anterior.

Outra novidade são orifícios feitos a laser na parte lateral da camisa para proporcionar maior refrigeração aos atletas.

Bacana demais!!!

(FONTE: http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=nova-camisa-selecao-brasileira-colada-feita-material-reciclado&id=010175100225)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Quanto lixo, óh quanta alegria...


Esse ano eu realizei um sonho antigo: desfilar na Sapucaí no carnaval do Rio!

Eu saí na Mangueira, que homenageou os antigos festivais da canção, na ala do Clube da Esquina e minha fantasia representava um bicho grilo, como uma alusão aos músicos do movimento, que eram um tanto quanto hippies e curtiam o refúgio das montanhas.

Foi empolgante, emocionante, quente, cansativo, mas super, super gratificante, uma das coisas mais legais que já fiz, porque é uma emoção ímpar, que se soma com a emoção de milhares de pessoas que se dedicam todo o ano pra tornar aquele sonho uma realidade.

Bom, mas um ponto negativo a ser destacado talvez seja a quantidade de lixo gerado. É impressionante, primeiro, reparar na quantidade de matéria-prima gasta nas fantasias, adereços e alegorias das escolas de samba. Fiquei me perguntando se aquilo tudo é reaproveitado no ano seguinte. Será que os galpões das escolas possuem programas de reciclagem desses materais? Algo a ser pesquisado...

E depois é só andar pelas ruas dos Rio, uma cidade entre tantas do Brasil em que o Carnaval "bomba", pra perceber quanta sujeira as pessoas produzem e como a cidade fica com um aspecto mal tratado. É muito lixo, muita sujeira!

De acordo com reportagem do jornal O globo, a Comlurb coletou, da sexta-feira de carnaval até domingo, 865,5 toneladas de lixo das áreas do Sambódromo no Centro da cidade. Só no Desfile das Campeãs, que aconteceu no sábado, a Comlurb removeu 87,94 toneladas de resíduos em todo o Sambódromo, Terreirão do Samba, além das áreas de entorno e acesso.

Para a limpeza dos blocos que cicularam pela cidade, no fim de semana, trabalharam 136 garis, que coletaram 11,16 toneladas de detritos, sendo 4,2 toneladas apenas no desfile do Monobloco, no domingo, no Centro.

É pessoal, carnaval é época de deixar todos os problemas e preocupações pra trás, mas acho que não podemos esquecer dos impactos ambientais dessa folia...

MMA firma parceria com estados e municípios para gestão do lixo

O ministro de Meio Ambiente, Carlos Minc, entrega nesta quarta-feira (24/2), a gestores de estados e municípios, termos de convênios para elaboração do plano de gestão integrada de resíduos sólidos urbanos. Serão contemplados os estados de Goiás, Mato Grosso, Rondônia, Paraná, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Bahia, além dos municípios Ariquemes (RO), Sumaré e Amparo (SP), Bagé e Capão da Canoa (RS), Altamira (PA), Afogados da Ingazeira e Palmeirina (PE), Betim (MG), Caicó (RN), Casa Nova e Irecê (BA) e Caxias (MA).

Dentre as atividades previstas nos convênios estão a elaboração de estudos de regionalização, a construção de cenários e a realização de oficinas a fim de garantir a participação social, o incentivo à organização de catadoras e catadores de lixo, à coleta seletiva e à cooperação técnica e jurídica para a formação dos consórcios públicos de resíduos sólidos.

A existência dos Planos de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS), no âmbito Estadual e Municipal, baseia-se na organização, otimização e garantia da eficácia da gestão dos resíduos considerando todos os aspectos regionais, como os econômicos, geográficos, ambientais, sociais. A gestão associada, por razões de escala, possibilita que os pequenos municípios reduzam custos e garante a sustentabilidade dos empreendimentos. O ganho de escala esperado na geração de resíduos juntamente com a implantação da cobrança pela prestação do serviço pode contribuir para a sustentabilidade econômica do consórcio e a manutenção de um corpo técnico qualificado. (Fonte: MMA)

Iniciativa interessante! Pontuo a atuação na prática desses convêncios e seus gestores. Esse tipo de gestão se parece com a que é feita em Bacias Hidrográficas e a prática nos mostra que nem sempre as ações garantem a participação social e a partilha dos benefícios entre todos os envolvidos.

O lixo é um problema no Brasil e não dá mais para tolerar todos as questões de insalubridade, saúde e dignidade que envolvem a cidade e seus cidadãos. Não cabe apenas ao poder público cuidar do lixo produzido nas cidades, pois cada um deve ser responsável pelos resíduos que gera e ter conciência para fazer a própria gestão como por exemplo a coleta seletiva e entrega nos postos de coleta (caso não exista coleta na porta de casa) e ainda a compostagem dos resíduos orgânicos. Se todos se preocupassem a quantidade de lixo recolhido todos os dias e destinados a lixões ou aterros seria infinitamente menor.

Como afirmou Lavoisier (1743-1794), “na natureza nada se perde, nada se cria; tudo se transforma.”


Avião movido a lixo orgânico


Ao mesmo tempo em que a aviação é um dos setores que mais cresce em emissões - entre 1990 e 2005 houve um aumento de 42% e o setor já é responsável por quase 5% do efeito estufa, o que representa um aumento de 0,03 ºC na temperatura global -, é, também, um dos que tem maior potencial para o uso de combustíveis alternativos. O que pode atrasar o avanço nesse quesito são as exigências técnicas e processos de certificação muito rigorosos para o uso de combustível em aeronaves. Por isso, o querosene (de aviação, que passa por etapa a mais de refino que o utilizado para uso doméstico) é o combustível padrão desse segmento.

Claro que só por ser querosene, ele não é nada sustentável. Mas o querosene de aviação tem uma pegada ainda maior: cada tonelada desse combustível, queimado no ar ou no chão, produz 3,16 toneladas de CO2! Dessa forma, a aviação consome 2% de todos os combustíveis fósseis queimados. Isso representa 12% do consumo de combustível de todo o setor de transporte.

Pensando nesse impacto, a companhia aérea British Airways resolveu construir, em 2014, a primeira fábrica europeia destinada a transformar o lixo em combustível. Com o projeto, cerca de meio milhão de toneladas de resíduos serão utilizados anualmente para gerar 72,8 mil metros cúbicos de combustível. Trata-se de uma ótima iniciativa, já que será possível reduzir o volume de metano - gás de efeito estufa mais potente que o dióxido de carbono. Outra boa iniciativa é da Boeing, que apresentou um avião de demonstração de dois lugares que pode voar abastecido com células de hidrogênio.

E não é só na Europa que há projetos de combustíveis alternativos para esse segmento. Em 2012, no Brasil, ainda sem uma data prevista, a companhia aérea Azul e a Embraer devem realizar o primeiro voo experimental - sem passageiros - com o uso de um querosene obtido da cana-de-açúcar. Se tudo der certo, o bioquerosene começará a ser produzido em escala industrial em 2013. E a Gol, juntamente com um grupo de pesquisa de biocombustível para aviões, o Sustainable Aviation Fuel Users Group*, pretende estudar alternativas para combustíveis a partir do pinhão, algas e babaçu.

O instituto de pesquisa ASTM International já aprovou o uso de 50% de combustível sintético na aviação comercial. A nova norma de especificações fornece critérios para a produção, distribuição e utilização de combustível de motores de turbina de aviação produzido a partir do carvão, gás natural ou biomassa. É um estímulo ao uso de biocombustíveis no setor. Se tudo correr bem, a previsão é que, em 2030, os combustíveis sintéticos ocupem cerca de 30% dos combustíveis de aviação.

Notícia retirada do blog http://super.abril.com.br/blogs/planeta/

É isso aí! A tecnologia usada a favor do meio ambiente é uma das soluções para a problemática ambiental Espero que o custo de toda essa novidade não seja inserida no valor das passagens.

Convite: Projeto Oasis Anima


Vamos colocar a mão na massa para transformar realidades?

Este é o desafio do projeto Oasis Ănima 2010, que envolve os alunos calouros e veteranos, os colaboradores dos Centros Universitários UNA e UNI BH assim como toda a sociedade, organizações e governos.

As inscrições para o Oasis Ănima 2010 já estão abertas!

Nesta edição do projeto, que acontecerá nos dias 20 e 21 de março, os participantes poderão contribuir com a realização do sonho de aproximadamente 300 pessoas da Vila Acaba Mundo, região sul de Belo Horizonte.

Para garantir sua vaga basta acessar o site http://www.oasisanima.com.br/, no link “inscreva-se”. Aproveite para conhecer um pouco mais sobre o Projeto.

Você é nosso convidado!

Conheça um pouco mais sobre a Vila Acaba Mundo:

A Vila Acaba Mundo, localizada na região sul de Belo Horizonte, existe desde a década de 40 e tem seu surgimento associado à implantação da Mineradora Lagoa Seca, que explora o subsolo de um terreno vizinho à vila até hoje. Antes da ocupação, a região era toda coberta por mata fechada, de propriedade particular. Os primeiros moradores eram imigrantes do interior do Estado que vieram trabalhar na capital, muitos deles na mineração.A fundação da Associação de Moradores da Vila Acaba Mundo data da década de 70.A vila recebeu o nome de Acaba Mundo, pois a área onde está localizada corresponde a um vale fechado, entrecortado por dois morros, que são separados pelo córrego Acaba Mundo. Na década de 80, a comunidade passou por uma série de transformações com a implantação de iluminação pública e redes de água e esgoto pela prefeitura.

Participe você também.

Ajude-nos a mudar realidades.

Pequenos passos alteram destinos!

Curso: Agente do Patrimônio Cultural

Pessoal, infelizmente a imagem ficou meio pequena para ser visualizada, mas de toda forma se vcs clicarem no link abaixo, vcs conseguirão ver melhor e terão todas as informações sobre o curso:

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Nunca deixem de usar filtro solar!



Lembram-se daquele texto que ficou famoso na voz de Pedro Bial entitulado"filtro solar"?

O texto começava assim: "Nunca deixem de usar filtro solar! Se eu pudesse dar uma só dica sobre o futuro, seria esta: use filtro solar. Os benefícios a longo prazo do uso de filtro solar estão provados e comprovados pela ciência; já o resto de meus conselhos não tem outra base confiável além de minha própria experiência errante. (...)"

É essa a dica dada por dermatologistas quando apuraram que os índices de radiação solar atingiram o nível máximo em São Paulo ao meio-dia desta terça-feira (23/02).
"Isso acontece quando o céu está aberto, como nesta terça-feira. As nuvens ajudam a filtrar os raios solares. E, quando não há nuvens, a luz passa direto, sem barreiras. A escala de medição vai de 1 a 14. Só quando o índice está entre 1 e 2 é que as pessoas podem ficar sob o sol, sem risco nenhum à saúde. Acima disso, já é necessário tomar alguns cuidados, como procurar uma sombra e usar protetor solar. A partir do nível oito, o índice é considerado muito alto, o exige proteção extra. O dermatologista Alexandre Leon, do Hospital A.C. Camargo, disse que a indicação é que todas as pessoas usem protetor solar, principalmente quem possui a pele clara. “É preciso proteger bastante a pele com o protetor solar, usar bonés e camisas para evitar que o mínimo de área seja exposta ao sol”, sugere."

Nesse carnaval, por exemplo, quem se arriscasse a sair de casa, em pleno verão carioca poderia voltar "torrado"! Isso mesmo, torrado de sol, sabem por que? Vejam o relógio marcando a temperatura....

Fonte: Globo.com

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Vamos ouvir o chamado das árvores?


Tomates e estética


Eu adoro tomates de todos os tipos e tamanhos. Como quase igual se ingere maçã!E para melhorar descobri que aliado ao sabor delicioso dessa fruta o tomate combate rugas, flacidez e manchas.

Além disso, estudos dizem que ajuda a diminuir as chances de desenvolver catarata, problemas cardíacos e câncer (principalmente o de próstata, mama, pulmão e endométrio).

A fruta pode ainda entrar na composição de cosméticos contra manchas, rugas e flacidez. O carotenoide licopeno, que dá sua cor vermelha, é o grande responsável pelos benefícios à beleza.

Os produtos podem contar com a polpa do fruto ou com o óleo de sua semente, desde que haja licopeno em concentrações altas. "O carotenoide protege a pele contra os efeitos danosos dos radicais livres. Possui estrutura semelhante à da vitamina A e à do betacaroteno, porém sem os efeitos adversos das formas de vitamina A", afirma Maurício Pupo, diretor da Ipupo Consultoria em Desenvolvimento Cosmético.

Tem-se ainda que a vitamina A, para ser aplicada na pele, precisa estar na forma de ácido retinoico, ou do contrário pode provocar irritações, descamação, vermelhidão e fotossensibilidade.

Sempre na forma de creme, pode ser aplicado no corpo, mãos, rosto e pés e ao penetrar na pele, tem uma capacidade de neutralizar os radicais livres que provocam as manchas, as rugas, a flacidez e o envelhecimento cutâneo no geral.

Fonte: Portal Terra

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Cinema: AVATAR


Há uns dias fui ao cinema assistir AVATAR. Nao era um filme que eu queria ver, mesmo porque tenho um pouco de preguiça dessa coisa muito "ilusionista".

Ocorre que me encantei com o filme. A produção é fantástica, a trama é intrigante, os efeitos são incriveis alem do que é o melhor 3D que eu ja vi.

A história ja deve inclusive estar batida, mas ao mesmo tempo prefiro nao contá-la, pois pode ser que as pessoas ainda queiram vê-lo.

Bom, o que importa é a mensagem que é passada.

A interação entre seres humanos e natureza, a questão consumista/ capitalista selvagem do aproveitamento unico e exclusivo para finalidades economicas e de forma nada racional, enfim, há no filme a representação clara da atual ligação homem x natureza.

A conclusão do filme é o resultado da ação antrópica no meio. A destruição de espécies, a devastação do habitat natural de centenas de especies, e o objetivo unico de auferir renda, dinheiro com a exploração.

Vale muito a pena conferir e refletir sobre o que o filme traz.

Não vou contar mais porque pode perder a graça para quem for assisti-lo ainda!!

Surpresa agradável: carrinhos de garrafa pet recicladas

Ontem fui ao Super Nosso Gourmet, na Av. Nossa Senhora do Carmo e tive uma surpresa mais que agradável: carrinhos de supermercado de garrafas pet recicladas.
Os carrinhos não são tão firmes quanto os de ferro tradicionais e confesso que ao encher o carrinho ele fica "sambando" um pouquinho. Mas a ideia é tão boa que da para superar esses pequenos detalhes, mesmo porque hoje em dia fazemos compras tão rápido que nem da para sentir direito!!





Pude ver que os carrinhos não são brasileiros, tanto que no cantinho direito há indicações de inserção de euros para retirar o carrinho para uso.

A conclusão que tirei dessa ida ao supermercado ontem é que a ideia é fantastica e que poderia ser produzida aqui no Brasil.

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Aeroporto Internacional de Jeri


Por 20 votos a favor e 3 contra, integrantes do Conselho Estadual do Meio Ambiente do Ceará (Coema) decidiram pela emissão da licença prévia do Complexo Aeroportuário do Polo Turístico de Jericoacoara sem a anuência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio).

A reunião, em caráter extraordinário, foi realizada para deliberar sobre o resultado da 185ª reunião do Coema, realizada em janeiro deste ano. No encontro foi aprovado o parecer técnico da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) referente ao projeto, com a ressalva de que o complexo deveria ser enviado ao ICMBio, já que a sua localização ocupava parte da área de 10 quilômetros ao redor do Parque Nacional de Jericoacoara.E pela legislação vigente, empreendimentos que ocupem áreas de gerência federal devem ter seus estudos encaminhados à análise do ICMBio.

Contudo, a localização da área a ser construída foi alterada, não estando mais na zona de amortecimento do Parque Nacional de Jericoacoara. "Desta forma, não é preciso que o parecer técnico da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) seja apreciado pelo ICMBio", destaca Lúcia Teixeira, superintendente da Semace.

Tal medida foi tomada para evitar morosidade no processo de licenciamento do aeroporto, que poderia acarretar a perda de recursos federais. Ao todo estão previstos R$ 60 milhões, sendo R$ 52 milhões do Ministério do Turismo e o restante de contrapartida do Governo Estadual.

Segundo a secretária executiva da Secretaria Estadual de Turismo, com a construção do aeroporto, o fluxo de turistas deve duplicar em cinco anos.

A expectativa é a de encurtar o tempo de viagem para Jericoacoara, a partir de Fortaleza, em quatro horas. O aeroporto contará inclusive com áreas reservadas para alfândega e Polícia Federal, o que permitirá receber voos internacionais diretos.

O Ministério Público Federal em Sobral vai entrar hoje com uma recomendação junto à Semace pedindo a participação do ICMBio no processo. A superintendência terá um prazo de até 15 dias para acatar o pedido. Caso contrário o MPF promete entrar com uma ação para suspender a licença.

Pois é gente, este é um exemplo das manobras executadas pelos empreendedores para fugir das obrigações impostas pela Lei Ambiental, com o objetivo de obter de forma mais rápida aquilo que pretendem... Com certeza o ICMBio tem que ser ouvido neste caso, ainda mais em se tratando de um Aeroporto Internacional! Imaginem o impacto que isso vai causar em Jericoacoara, cidade ultra bucólica que nem rua asfaltada tem... É claro que a questão tem um lado bastante positivo que é o desenvolvimento do turismo na região, mas este desenvolvimento deveria ser o mais sustentável possível justamente para preservar a área.

Fonte: Artigo do Jornal on line "O Povo", título: Aprovada Licença Ambiental do Aeroporto de Jeri, data: 19/02/2010, autoria de Helaine Oliveira, disponível em: http://opovo.uol.com.br/opovo/economia/954902.html
Foto: arquivo pessoal.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Cidades Inovadoras


Entre os dias 10 e 13 de março de 2010 acontece na cidade de Curitiba - Paraná a Conferência Internacional de Cidades Inovadoras.

O objetivo final do encontro é articular uma rede global de pessoas envolvidas com inovações em cidades, ensejando a troca permanente de tecnologias inovadoras de todo tipo (inclusive sociais) entre as cidades conectadas.

O encontro terá por base um conjunto de perguntas provocadoras que estão sendo objeto de debate por um Comitê Científico formado por especialistas nacionais e internacionais em diversas áreas do conhecimento.

Para refletir...



"Trate bem a terra. Ela não foi doada a você pelos seus pais. Ela foi emprestada a você pelos seus filhos".

(Antigo provérbio Queniano)

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Hotel para Plantas!


E aí, vai viajar? E o que você vai fazer com as suas plantinhas? Quem vai cuidar delas? Pois é, muitas pessoas tem esta mesma dúvida... Claro que você pode contar com a boa vontade da sua mãe, dos seus irmãos, dos seus amigos ou vizinhos, mas há também outra opção como os Hotéis para Plantas. BH, São Paulo e Rio já possuem este serviço e, em geral, a diária não é cara (em torno de R$1,00) e pode ajudar muito a cuidar daqueles seus "entes queridos", enquanto você está fora...

Em Belo Horizonte o hotel se chama Floricultura British Columbia Gardens, fica na Rua Carangola, 446, no Bairro Santo Antônio. O telefone de lá é o (31) 3342-2291.

Em São Paulo tem o Bonsai Kai que fica na Rua Miranda Guerra, 1.530, Jardim Petrópolis, tel: (11) 5546-0620.

No Rio tem a Chácara Tropical em Itanhanguá - RJ, tel: (21) 2493-0394.

Foto arquivo pessoal.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

STJ decide pela inversão do ônus da prova em casos de danos ambientais


Jurisprudência importante:

DANO. MEIO AMBIENTE. PROVA. INVERSÃO.
Constatada a relação interdisciplinar entre as normas de proteção ao consumidor e as de defesa dos direitos coletivos nas ações civis por danos ambientais, o caráter público e coletivo do bem jurídico tutelado (e não a hipossuficiência do autor da demanda em relação ao réu) impõe a extensão de algumas regras de proteção dos direitos do consumidor ao autor daquela ação, pois ao final busca-se resguardar (e muitas vezes reparar) patrimônio público de uso coletivo. Dessa forma, a aplicação do princípio da precaução pressupõe a inversão do ônus probatório: compete a quem se imputa a pecha de ser, supostamente, o promotor do dano ambiental a comprovação de que não o causou ou de que não é potencialmente lesiva a substância lançada no ambiente. Por ser coerente com essa posição, é direito subjetivo do infrator a realização de perícia para comprovar a ineficácia poluente de sua conduta, não se mostrando suficientes para tornar essa prova prescindível simples informações obtidas em site da Internet. A perícia é sempre necessária quando a prova do fato depender de conhecimento técnico e se recomenda ainda mais na seara ambiental, visto a complexidade do bioma.



Precedente citado: REsp 1.049.822-RS, DJe 18/5/2009. REsp 1.060.753-SP, Rel. Min. Eliana Calmon, julgado em 1º/12/2009.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Fórum Social Urbano


Nos bairros e no mundo, em luta pelo direito à cidade, pela democracia e justiça urbanas.


Rio de Janeiro, Brasil


22 - 26 março de 2010


APRESENTAÇÃO:

Em março de 2010, a cidade do Rio de Janeiro irá receber o V Fórum Urbano Mundial. Organizado a cada dois anos pela Agência Habitat da Organização das Nações Unidas (ONU), a expectativa é que este ano o encontro reúna cerca de 50 mil pessoas de todo o mundo.

As edições anteriores do FUM foram dominadas pelas delegações oficiais, enquadradas pela retórica e agenda das organizações multilaterais – Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Aliança de Cidades, entre outras. Palavras, palavras, palavras... mas também um reiterado esforço de impor às cidades de todo mundo, em particular dos países periféricos, o modelo da cidade-empresa competitiva, dos grandes projetos de impacto, que aprofundam as desigualdades e os processos de aburguesamento. A retórica do alívio da pobreza não consegue esconder os fracassos de uma política que submete nossas cidades à lógica do mercado, tanto mais que se desconhecem, ou se silenciam, os mecanismos e processos que produzem e reproduzem cidades desiguais, social e ambientalmente injustas.

Por estas e por outras razões, foi criado um espaço paralelo onde participantes do Brasil e do mundo pudessem trocar suas experiências - Fórum Social Urbano. Os movimentos sociais e as organizações do Rio de Janeiro convidam todos movimentos sociais e organizações da sociedade civil do mundo a construírem um espaço de ampla e livre manifestação e debate no Fórum Social Urbano. Será um espaço e um tempo para conhecer e reconhecer as pessoas, para trocar experiências e construir coletivamente a perspectiva de uma outra cidade: democrática, igualitária, comprometida com a justiça social e ambiental.

OBJETIVO:

O objetivo do Fórum Social Urbano é possibilitar o diálogo, a troca de experiências, a expressão da diversidade e o fortalecimento das articulações de movimentos sociais e organizações do mundo inteiro.
Um dos eixos a serem discutidos é a questão da Justiça Ambiental na Cidade, conforme abaixo:

- Justiça Ambiental na Cidade
Meio ambiente, desigual e organização do espaço urbano. Saneamento, saúde e
meio ambiente. Racismo ambiental. Conflitos ambientais e as lutas de resistência. Mudanças climáticas e as cidades.

INFORMAÇÕES:

Fórum Urbano Social: Democracia e Justiça na Cidade
E-mail: comunicacaofsu@ gmail.com
Inscrições de atividades: programacaofsu@ gmail.com


Interessante, não é?

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

O Brasil que poucos conhecem!




A grande maioria dos que vivem no sudeste do Brasil pouco conhecem o Brasil que existe nas regiões norte/nordeste.

Certa vez uma amiga paraense comentou sobre a dificuldade de locomoção entre as cidades do mesmo estado ou da mesma região, dada a grande extensão de terras e ainda a ausência de voôs oferecidos pelas companhias aéras...

Fato é que essa região vem crescendo em ritmo alucinante e a cada dia nos deparamos com notícias como esta:

O projeto de implantação do Terminal Portuário de Manganês, em Barcarena, no Pará, será apresentado no próximo dia 18, para as autoridades e a população. A audiência pública na Cidade será realizada pela Mineração Buritirama S/A. O projeto portuário visa utilizar a rota de Barcarena para escoar a produção de minério de Manganês, que sai do Distrito de Vila Nova União, na cidade de Marabá.
A implantação deste terminal atenderá também a demanda para o recebimento, estocagem e embarque de minério, com movimentação prevista para 1,2 milhões de toneladas por ano. O porto deve aproveitar a potencialidade hidroviária da região nordeste do Pará, que oferece excelentes condições para instalação dessas atividades. O empreendimento, que está inserido na Companhia de Desenvolvimento Industrial do Pará (CDI), ainda prevê redução de emissão de gases CO e NO e redução do congestionamento das autovias.

Fonte: A Tribuna 8/2/2010

domingo, 7 de fevereiro de 2010

Criação do Parque Nacional da Serra do Gandarela


Assinem e ajudem a divulgar esse abaixo assinado pela criação do Parque Nacional da Serra da Gandarela. Lugar digno de parque nacional
que está ameaçado pelas mineradoras. O ICMbio já fez inspeção na área,
mas está demorando mto pra sair com o projeto,... e as mineradoras agem rápido... Vamos mobilizar... antes que seja tarde..."
o link é : http://www.euconcordo.com/gandarela

MOSTRA DE TECNOLOGIAS SUSTENTÁVEIS - inscrições até 12 de fevereiro

Foram prorrogadas as inscrições para a Mostra de Tecnologias Sustentáveis, evento que reúne, metodologias, técnicas, sistemas, equipamentos ou processos que contribuam para a construção de uma sociedade sustentável. O prazo vai até 12 de fevereiro de 2010. O evento já se tornou referência no país em idéias inovadoras em prol da sociedade, do meio ambiente e da economia sustentáveis.

Este ano, as tecnologias inscritas devem se enquadrar em três categorias:

  • - Tecnologias Verdes, nas subcategorias Recursos Naturais; Energia; Biodiversidade; Água; Resíduos; e Emissões de Carbono
  • - Tecnologias Inclusivas, com projetos em Inclusão Econômica; Equidade; Acessibilidade; Sociodiversidade; Combate à Pobreza Conhecimento Tradicional; Acesso e Garantia aos Direitos e Políticas Públicas
  • - Tecnologias Responsáveis, com foco em Integridade e Combate à Corrupção Transparência; Controle Social dos Agentes Públicos e Econômicos; Trabalho Decente

As inscrições são gratuitas e precisam ser feitas online, via site www.ethos.org.br/mostra2010

Para fazer parte da Mostra, a tecnologia precisará ser selecionada por um comitê curador constituído por onze entidades, tais como Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Conselho Brasileiro da Construção Sustentável (CBCS); Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), International Finance Corporate (IFC) e Rede de Tecnologia Social (RTS).

Qualquer pessoas física ou jurídica pode inscrever-se!!!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

A Eco-arte de Mana Bernardes


Mistura de arte e artesanato. Peças deslumbrantes e ecologicamente corretas. A partir de pet, madeira renovável e outros materiais reciclados são criados objetos de arte, colares, brincos, etc. Tudo com um design contemporâneo impecável. Isto é só uma parte do trabalho desenvolvido por Mana Bernardes. Para saber mais sobre a artista, acesse: http://www.manabernardes.com.br/

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

E por falar em COP...


E por falar em Copenhague, COP 15, que será o tema do próximo Green Drinks em BH, temos que nos preparar para a COP 16, que acontecerá no fim do ano, no México. Sobre o assunto, divulgo aqui algumas notícias.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, acredita que a comunidade internacional conseguirá chegar a um acordo legalmente vinculativo a respeito da mudança climática na reunião sobre o tema que acontece no fim do ano no México.

Ban afirmou que a conferência realizada em dezembro passado em Copenhague, a capital dinamarquesa, "foi um passo considerável no caminho certo e rumo ao alcance de um tratado vinculativo no México". "Por isso, acredito que, com a liderança do presidente (Felipe) Calderón e o apoio das Nações Unidas, conseguiremos avançar", afirmou o diplomata.

Ban acrescentou que "o acordo de Copenhague oferece uma linha mestra clara" para a obtenção de um tratado na conferência do fim deste ano. "Muitos países apresentaram metas precisas sobre reduções das emissões até 2020 e as nações desenvolvidas aceitaram dar US$ 30 bilhões em ajudas nos próximos três anos e US$ 100 bilhões a cada ano até 2020", destacou.

O secretário-geral da ONU também disse que há "decisões importantes" a serem colocadas em "prática" agora, por isso encorajou todos os membros da comunidade internacional a se unirem "o mais rápido possível neste acordo".

Nesse âmbito, podemos dizer que o Brasil adotou uma postura de vanguarda e já se dispôs a diminuir as suas emissões de gases de efeito estufa... Contudo, alguns grandes poluidores - como os E.U.A. ainda não tomaram a mesma decisão. Bom, será que podemos ter esperanças de que dias melhores virão ou não?

Fonte do texto: Folha on line, dia 29/01/2010, da EFE, de Nova York, link: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ambiente/ult10007u686476.shtml

Green Drinks 2010!


Venha participar do 6º Green Drinks de Belo Horizonte!

O movimento GREENDRINKS.org é um Happy Hour que acontece mensalmente em várias partes do mundo desde 1989. Atualmente envolve 642 cidades e 60 países!

Em 2010 trazemos mais uma novidade: O Green Drinks agora acontecerá no Restaurante Rima dos Sabores.

Neste mês, falaremos sobre o Panorama Mundial das Mudanças Climáticas – Os Desafios do Pós-Copenhagen e Academia da Sobrevivência (Survival Academy Brazil). Participe e Divulgue!

Anote na sua agenda:

Quando: Terça- Feira, 9 de fevereiro de 2010.

Horário: 19 horas

Onde: Restaurante Rima dos Sabores (Rua Esmeraldas, 522, Prado)

Quem: Todos aqueles que acreditam e que se interessam pela temática que envolve a sustentabilidade (Empresas, Universidades, ONGS, Empreendedores Sociais, Associações, etc.)

Convidados especiais

Junio Magela Alexandre: Advogado, graduado pela Faculdade de Direito Milton Campos. Especializado em Direito do Meio Ambiente pela Universidade Gama Filho/RJ. Foi Membro da Delegação Brasileira na Conferência de Copenhagen COP-15 e possui larga experiência em consultoria jurídica em mudanças climáticas e controle de cumprimento da legislação de meio ambiente, saúde e segurança do trabalhador, responsabilidade social e requisitos setoriais no Brasil, América Latina e Europa.

Equipe Virtú: A Virtú é uma iniciativa liderada por quatro jovens de Belo Horizonte - André Maciel, Elisa Alkmim, Marcus Vinícius e Virgínia Alfenas - com o objetivo de promover e viabilizar o progresso social e ambiental. Ela foi pensada com o propósito de atender expectativas de amigos e colegas que procuravam oportunidades para uma atuação mais efetiva na resolução de questões críticas para a sociedade. A primeira iniciativa realizada por essa organização foi a Academia da Sobrevivência, um evento paralelo à COP 15, que promoveu um espaço de conexão entre as pessoas interessadas em discutir as questões climáticas e propor soluções práticas para as mudanças necessárias.
Regras do jogo: Convidar amigos que tenham interesse pelo assunto!

Mais informações: Entre em contato com o Núcleo de Sustentabilidade pelo telefone: 31 3290-8910 e
www.greendrinks.org e www.greendrinksbh.ning.com

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Dia Mundial das Áreas Úmidas

Imagem linda do Pantanal retirada o site do WWF.

O Pantanal é a maior área úmida continental do planeta!!!!!!

Licença Prévia Usina Hidrelétrica de Belo Monte


O Ibama emitiu ontem - 1/2/2010 - a Licença Prévia da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu (PA), com 40 condicionantes abrangendo questões relativas à qualidade da água, fauna, saneamento básico, população atingida, compensações sociais e recuperação de áreas já degradadas, entre outras.
O projeto da Usina sofreu grandes alterações ao longo do processo de licenciamento, uma delas foi a redução de áreas alagadas.
As condicionantes atendem as manifestações pertinentes apresentadas pelas comunidades, órgãos federais e Ministério Público. Para assegurar a transparência e o fiel cumprimento das condicionantes, a LP estabelece a criação de um grupo de trabalho interministerial e interinstitucional para acompanhar o licenciamento e efetuar vistorias periódicas.
A LP exige também a criação de unidades de conservação, além das contidas no Estudo de Impacto Ambiental: uma de uso sustentável para contemplar as áreas de reprodução de quelônios, outra também de uso sustentável para conservar o ambiente de pedrais e uma de proteção integral em área de relevante interesse espeleológico.
A Licença Prévia não autoriza o início da obra, mas permite a realização do leilão. A usina, a segunda maior do país e a terceira do mundo, terá capacidade instalada de geração de 11.233 MW com dois reservatórios de 516 quilômetros quadrados de área total.
Fonte: Ibama
Imagem: Rio Xingu

São 40 condicionantes, mas serão elas suficientes para compatibilizar o avanço do desenvolvimento econômico com a preservação do meio ambiente? Certamente não...

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Esporte + Natureza = Abrigo Cipó + Ecomeninas!

Que esporte combina com natureza ninguém duvida, certo?

E como uma amante e praticante da escalada esportiva, indico para leitura o


Além de informações sobre escalada você encontra posts interessantes sobre meio ambiente!

Boa leitura!
Boa escalada virtual!