domingo, 30 de maio de 2010

Pessimismo

Sei que este texto é um tanto quanto pessimista para um começo de semana, mas acho a reflexão válida.
O autor é o jornalista Vilmar Berna, do Portal do Meio Ambiente

Os ambientalistas gostam mesmo das plantas e dos bichos e, entre a natureza e as pessoas, escolhem a natureza! Sabem criar problemas mas não apontam soluções! Decididamente, não gostam do progresso!

As ONGs que dizem defender o meio ambiente, na verdade, estão a serviço de interesses internacionais de países e organizações que já destruíram todo o seu meio ambiente, e agora querem preservar esse meio ambiente no quintal alheio, uma forma pouco honesta de congelar o desenvolvimento!

Os empresários mentem quando dizem que se preocupam com o meio ambiente, porque na verdade, estão preocupados e comprometidos com seus lucros e usam o meio ambiente para enriquecerem mais e mais!

Os publicitários não tem ética, pois desde que o cliente pague, tanto faz se o anunciante cuida ou não do meio ambiente!

Jornalistas só gostam de notícia ambiental ruim, quando explode ou vaza alguma coisa! Notícia ambiental boa só interessa aos publicitários e marketeiros ambientais.

Os políticos são corruptos e usam a política para fazer negócios e não com o interesse no bem comum! Para eles, o meio ambiente é apenas um meio para conseguir votos, cargos e um dinheirinho qualquer!

Os cidadãos se preocupam com o meio ambiente apenas da boca para fora, esperam que o mundo mais ecológico comece no outro, e estão interessados mesmo em seus direitos e não em seus deveres!

Com tantos preconceitos de parte a parte atrapalhando as relações, não é de se estranhar que ainda exista tanta dificuldade no diálogo entre diferentes, e as pessoas e organizações temam tanto sair de suas 'zonas de conforto' onde contentam-se em falar para os próprios umbigos.

Aproveito para deixar a indagação: e os advogados que atuam nessa área, se preocupam com o meio ambiente?

3 comentários:

Cecilia Helena disse...

Olá meninas, eu acho que ele só retratou a verdade e a realidade do nosso país, deve haver muita gente que protege o meio ambiente sim, mas a maioria quer mais é viver no luxo e se para isso for preciso acabar com a natureza... não pensam duas vezes! Vejo isso no pequeno ato de separar o lixo, a maioria das pessoas querem se ver livre dele e pra isso fazem qualquer negócio, até mesmo jogar no quarteirão de cima, em algum terreno baldio, eles não entendem que o quarteirão de cima faz parte de sua casa, sua área, sua cidade e seu mundo. Enfrento a estranheza das pessoas que me vêem com vários sacos com lixo reciclável para colocar nos depósitos em um supermercado aqui na minha rua, acham que isso é só pra catador de papelão e morador de rua! Ninguém na minha rua faz o que eu faço, meu marido já até implicou comigo,sou a esquisita do quarteirão rsrsrs. A mentalidade ainda é muito pequena nesse ponto! Bjos

Leila Carvalho disse...

Marilan, que pergunta hein? Sinceramente eu acho que não. Hoje o direto ambiental é a menina dos olhos. E porque? Por causa do dinheiro envolvido. É como o Vilmar Berna diz no artigo. Não quero entrar em discussões que não tem resposta então optei por acreditar que enquanto a maior parte das pessoas, ongs, governo etc não desperta para cuidar do planeta, será o trabalho de formiguinha o mais importante para as mudanças que desejamos ver!

Leila Carvalho disse...

Acho que é um pouco do que Cecilia disse em sua postagem!!!!
Não tenhamos medo de ser a esquisita do quarteirão.