sexta-feira, 6 de março de 2009

Radiação solar chega ao nível máximo na maior parte do país



Em Brasília, índice chegou a 13,4, seguindo escala que vai de zero a 14.
Dermatologista diz que sol forte exige cuidados especiais.


O nível de radiação solar alcançou nível máximo nesta semana, na maior parte do país. Esta medição mostra o quanto os raios solares ultravioleta prejudicam nossa saúde.

O sol forte representa um perigo invisível: os raios ultravioleta. O índice desse tipo de radiação varia de zero a 14. Na maior parte do país, o nível registrado na quinta-feira (5) foi considerado extremo. Em Brasília, chegou a 13,4.

Os raios são emitidos pelo sol. A camada de ozônio que existe na atmosfera serve de filtro, mas não consegue barrar completamente. As nuvens refletem boa parte desses raios. Mas, quando não há nebulosidade, eles atingem a terra com toda a força.

Ao meio-dia, a radiação costuma chegar ao nível máximo. Só 1% da radiação emitida pelo sol chega até a Terra. Mas isso é o suficiente para provocar problemas graves, principalmente para pessoas de pele clara.

Dos três raios ultravioleta que existem, dois oferecem riscos para a nossa pele. De acordo com a dermatologista Débora Azenha, o UVA e o UVB causam envelhecimento precoce, câncer e alguns tipos de alergia. O uso de filtro solar é fundamental. Mas boa parte deles não protege contra os raios UVA, que são os mais perigosos. Por isso, o sol forte exige cuidados adicionais, como usar boné ou chapéu e camisa de manga longa.



(fonte: G1)

2 comentários:

Patricia Vilas Boas disse...

Olá Bárbara! É, realmente não podemos deixar de passar o protetor solar, os efeitos do sol podem ser realmente nocivos, ainda mais com o buraco da Camada de Ozônio aumentando cada dia mais e as radiações solares também aumentando...

Leila disse...

Não só em Brasilia, mas no mundo todo, a situação exige cuidados rigorosos! Não podemos brincar com os efeitos negativos da radiação solar. Precisamos no cuidar e cuidar das pessoas que convivem com a gente, informando e cobrando o uso do protetor solar, principalmente os homens!
Brasilia teve dias torturantes de sol, mas como acompanhei nos jornais foi no Brasil todo.