domingo, 31 de maio de 2009

SAP Vetor Norte


Vocês sabem o que é o SAP (Sistema de Áreas Protegidas) do Vetor Norte?


O Governo do Estado de Minas Gerais empreendeu diversas obras que atingiram em cheio diversos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte (essas representadas no mapa), uma região denominada Vetor Norte. Entre as obras estão a construção da Linha Verde e do novo Centro Administrativo do Estado, construções que invitavelmente acabaram sendo responsáveis pela supressão de vegetação em diversos trechos e que no futuro ocasionarão o aumento do impacto viário e de pessoas nessa localidade.


De olho nesses impactos uma ong atuante em Minas, a AMDA, convocou audiência pública, ocorrida na Assembléia Legislativa no ano passado. Depois de diversas negociações, o fruto dessa iniciativa foi a criação do Sistema de Áreas Protegidas do Vetor Norte, instituído pelo Decreto 45.097/2009, declarando diversas áreas verdes como de interesse especial, para fins de proteção de seus atributos ambientais e controle de uso e ocupação do solo.


As áreas protegidas serão transformadas em unidades de conservação de proteção integral, formando um mosaico de unidades, para proteção das áreas cársticas, típicas dessas localidades, de monumentos naturais como cavernas e de espécimes da flora.


A criação do SAP é um marco na gestão ambiental metropolitana do Estado de Minas Gerais, tendo uma importância ímpar na preservação de ecossistemas frágeis e na comprovação de que o desenvolvimento econômico é possível aliado à proteção ambiental.

3 comentários:

Patricia Vilas Boas disse...

Ei Marina! Pelo que eu ouvi dizer, (me corrija se eu não estiver certa), a criação dessa Unidade de Conservação inclusive seria uma das condicionantes do Licenciamento Ambiental da construção do novo Centro Administrativo do Estado. Se for isso mesmo, o cumprimento da condicionante constitui tão somente uma obrigação do Estado no processo de obtenção de Licença e não um plus, como o governo está tentando apresentar...

Mariana disse...

Pat, eu não tenho certeza se é uma condicionante da licença, mas provavelmente deve ser mesmo. O ponto é que o governo não vem cumprindo com muito esmero as condicionantes e se essa foi cumprida na certa foi porque houve pressão social para que o SAP se tornasse uma realidade.

Patricia Vilas Boas disse...

Menina, desculpe no outro comentário acima escrevi Marina, na hora em que fui escrever me confundi e achei que quem tinha postado o artigo era a Marininha...
Com certeza se trata de uma boa notícia e nós temos que valorizar e se a pressão está funcinando, então temos que ficar antenados mesmo!